• Newsletter Receba nossos informativos
  • Procurar:

Informações para o uso do respirador cpap na síndrome da apnéia do sono obstrutiva

Há muitos tipos de distúrbios do sono. O mais comum é a Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono (SAOS).

A síndrome da apnéia obstrutiva do sono (SAOS) é caracterizada pela obstrução completa ou parcial recorrente das vias aéreas superiores durante o sono, resultando em períodos de apnéia, dessaturação de oxihemoglobina e despertares freqüentes com conseqüente sonolência diurna. Os episódios de obstrução e apnéia ocorrem em todos os estágios do sono. Entre os fatores associados à síndrome da apnéia do sono citam-se a história familiar, obesidade, aumento da circunferência abdominal, aumento da relação cintura-quadril, hipotireoidismo, diabetes, acromegalia, insuficiência renal crônica, gravidez, roncos, entre outros.

Tipos de Apnéia:

Obstrutiva: normalmente, quando se dorme, os músculos que controlam a língua e o palato mole mantêm as vias aéreas abertas. Se esses músculos relaxam, as vias aéreas se estreitam, causando os roncos e dificuldades na respiração. Se esses músculos relaxam demais, as vias aéreas ficam completamente obstruídas, impedindo a respiração.

Central: é um distúrbio respiratório do sono caracterizado pela ausência de fluxo respiratório por um período igual ou maior do que 10 segundos, sem sinais de esforço respiratório durante o sono. É caracterizada por um ciclo inspiratório profundo normal intercalo a uma parada completa da respiração e geralmente é causada por problemas de controle da respiração pelo cérebro e não devido um fechamento das vias aéreas.

Mista: é a ocorrência das apnéias Obstrutivas e Centrais.

O aparelho CPAP - Pressão de Ar Positiva e Contínua Nasal (CPAP) - dá alívio a milhares pessoas que sofrem de SAOS. O CPAP consiste na aplicação de uma pressão positiva contínua (mediante um compressor de ar e máscara nasal) que mantém permeável a via aérea superior, impedindo seu colapso principalmente na fase inspiratória.

Os sistemas oferecidos hoje em dia são portáteis, silenciosos, cômodos e fáceis de usar, assim mais fácil de se adaptar e ter um sono com qualidade para viver bem e dormir melhor.
Concentração da pressão do CPAP é de acordo com o tipo de Apnéia do Sono (SAOS):

• Leve: 15 cm H2O
• Moderada: 17 cm H2O
• Grave: 20 cm H2O

O uso de CPAP mantém as vias "abertas" e com isso reduz a sonolência, déficits neuropsicológicos, arritmias cardíacas e hipoventilação diurna.

O uso de dispositivos geradores de pressão positiva contínua nas vias aéreas (CPAP) por via nasal revolucionou o tratamento da apnéia do sono. O uso de máscaras de gel ou silicone propicia maior conforto ao paciente. Mas existem alguns cuidados para obter melhor adaptação e aderência a CPAP:

Queixas Solução
Claustrofobia Mudar interface (via nasal)
Desconforto, dor e fuga aérea relacionados à máscara Máscara com gel, adequar máscara ao tamanho do rosto
Irritação nasal, rinorréia e epistaxe Umidificação, esteróides nasais, anti-histamínicos (sem ação central)
Obstrução nasal  Descongestionantes, anti-histamínicos
Desconforto facial - pressão Ajuste de fluxo do aparelho (Bipap)
Fuga aérea por via oral  "Strap" para o queixo, máscara oro-nasal

 

Vídeo explicativo:

Onde comprar no Rio de Janeiro:

Casa do CPAP: telefones: (21) 3559-3317, (21) 3529-3774

 

Modelos possíveis:

CPAP S8 Auto Set II Resmed + 10 Filtros Grátis = pressão de 4 a 20 cm H2O

 

CPAP Auto M Series A-flex Respironics = pressão 4 a 20 cm H2O, tempo=45 min.

CPAP Auto System One c/ A- Flex – Respironics = pressão4 a 20 cm H2O, tempo=45 min

 

Bibliografia 

1. Sangal RB,Thomas L, Mitler MM: Disorders of excessive sleepiness. Chest 102:699-703- 1992.

2. Bradley TD, Rutherford R et al: Role of daytime hypoxemia in the pathogenesis of right heart failure in obstructive sleep apnea. Am Ver Respir Dis 131:831-35 1985.

3. Strollo PJ jr, Rogers RM : Obstructive sleep apnea. N Engl J Med 334:99-104 1996.

4. Cooper BG, Veale D, Griffiths CJ et al : Value of nocturnal oxygen saturation as a screening test for sleep apnea. Thorax 46:586-88 1991.

5. Strollo PJ jr and Sandres MH - Sleep disorders - Clin Chest Med 20:1 -1998.

6. Kingman P. Stroll :Sleep apnea and sleep disordered breathing. In Baum,Crapo, Celli and Karlinsky's textbook of pulmonary diseases pp 863-82 vol II 6th Ed -1999 Lippincot-Raven.

 

Para maiores informações entre em contato com a Clínica Neurológica Higashi Rio de Janeiro (21) 3439-8999 ou Londrina (43) 3323-8744.

Localização

  • Rio de Janeiro - RJ
  • Londrina - PR
  • Rio de Janeiro:
    (21) 3439-8999
    (21) 9820-84972

    Rua Real Grandeza, 108, sala 226, Real Medical Center
    CEP: 22281-034 Botafogo - Rio de Janeiro - RJ

  • Londrina:
    (43) 3323-8744
    (43) 9930-0185

    Rua Senador Souza Naves, 626
    CEP: 86010-160 Centro - Londrina - PR